Pages Menu

Sinalização de segurança

Dentre os métodos de proteção e asseguração da vida, da saúde e da profissão dos trabalhadores que estão inseridos no ramo da Segurança do Trabalho, se encontra a sinalização de segurança nos ambientes de trabalho. Tem como objetivo alertar trabalhadores e visitantes no local sobre os riscos existentes ali, equipamentos protetores e outras informações imprescindíveis para segurança no local.

sinalização de segurança

Foram feitas para chamar a atenção, com uma letra clara, ilustrações óbvias e de fácil entendimento, bem rápido de entender, o que ajuda em casos emergenciais rapidamente. Nos desenhos são usados símbolos universais que oferecem entendimento padronizado e não gera duplo sentido ou qualquer outra confusão. A utilização das cores também tem seu significado, assim como formas e siglas conhecidas no local de trabalho e no mundo todo.

Classificação da sinalização de segurança

A sinalização de segurança é dividida em áreas específicas para julgar em que tipos de momento devem-se usar determinado tipo de placa sinalizadora. São eles:

1. Sinais de Obrigação: têm como objetivo indicar comportamentos ou ações que obrigam a utilização de determinado equipamento de proteção individual (EPI). Busca evitar acidentes de trabalho causando danos morais e financeiros à empresa e ao trabalhador acidentado.

sinalização de segurança

2. Sinais de Perigo: são apropriados e obrigatórios em situações e locais que exigem atenção, cautela, precaução, ou afirmação de que algo é perigoso. Buscar alertar o trabalhador de modo que ele tenha controle sobre tudo o que esteja fazendo e não se prejudique ou não prejudique ninguém.

sinalização de segurança

3. Sinais de Aviso: qualquer lei do local, ou atitude proibida ou perigosa é alertada nesse tipo de sinalização de segurança. Evita acidentes de trabalho e consequências graves.

sinalização de segurança

4. Sinais de Emergência: indicam saídas de emergência, direções de fuga ou localização de algum equipamento útil em situações emergenciais, como incêndio, alagamento, vazamento de gás, entre outros. São úteis para guiar trabalhadores e visitantes aos rumos corretos oferecendo capacidade de fuga ou até de solução para o problema (como um extintor num incêndio, por exemplo).

sinalização de segurança

Placas de sinalização de segurança

As placas devem ser de metal, simples, com dimensões padronizadas, em locais de boa visibilidade, bem compreensíveis de entendimento, sem nada empatando sua visão na frente como plantas ou postes. Em casos onde o risco do local desaparecer, a retirada da placa sinalizadora é essencial.

Há placas que exigem adição de luminosidade ou sinais acústicos, como luzes noturnas de contraste correto e alarmes.

Luzes em sinalização de segurança

– Sinal contínuo e/ ou iminente: Perigo extremo ou emergência.

– Duração da intermitência: Assegurar boa recepção da mensagem e evitar confundir com outros sinais.

Sinais acústicos em sinalização de segurança

Devem ser nitidamente superiores aos ruídos do ambiente como o maquinário, por exemplo, porém sem agredir a audição de modo doloroso e excessivo; deve ser facilmente reconhecido e lembrado quando tocado posteriormente.