Pages Menu

Monitoramento residencial

É confortante não estar em casa sabendo que tudo está sendo vigiado e monitorado, não é verdade?

Ter um sistema de câmeras monitorando nossas residências, prédios ou empresas é praticamente essencial hoje em dia, já que a violência anda tão disseminada e a segurança e monitoramento devem ser prezados.

Para isso, existem formas de monitoramento residencial que nos fazem relaxar um pouco mais, com a possibilidade de acionarmos polícia ou até bombeiros em casos extremos.

casa1-474x234

Monitoramento residencial consiste num sistema de câmeras bem distribuídas pelo ambiente a que se deseja monitorar e, como o próprio nome diz, ocorre a monitoração através de uma vigília interna ou externa ao local, gravação dos vídeos, facilitando em criar evidências e ter provas em casos extremos.

sistema-de-monitoramento-residencial-gravaco-em-tempo-real_MLB-O-3827346042_022013

Há casos em que a pessoa possui um cofre com seus pertences em um local secreto da casa e tem medo de ser roubada; a mãe desconfia que a babá de seu filho está sendo maldosa; desconfiando de um vizinho; entre outros mil casos em que o monitoramento residencial passa a ser obrigação.

Tipos de monitoramento residencial

Todos os tipos têm como base a monitoração através de câmeras, porém diferenciam-se no modo em como se ter acesso aos vídeos ao vivo e até gravados, como também outras regalias exclusivas de uma ou outra. As mais comuns são monitoramento por meio da TV, on-line ou em centrais de monitoramento.

pc-cameras

Monitoramento em TV

Há sistemas de monitoramento com câmeras que podem ser configurados diretamente na televisão local colocando um ou mais canais específicos para passar as imagens ao vivo, 24 horas ao dia.

É vantajoso a partir do momento em que você está só em casa, ou até mesmo sozinha no prédio e escuta algum ruído estranho, já coloca no canal tal na televisão mais próxima e procure algo de errado nas imagens das câmeras que estão espalhadas.

Monitoramento on-line

A tecnologia é brilhante neste aspecto, já que podemos monitorar nossos lares esteja onde estivermos, bastando ter acesso à Internet, seja por um celular, tablet ou computadores.

Ótima forma de monitoramento para quem está no trabalho e desconfia de algo pretendendo vigiar seu lar a todo momento, por exemplo.

Tal sistema oferece um site para esse acesso na Internet, pedindo um login e uma senha configurados pelo próprio, que quando você acessa, visualiza gravações dos dias anteriores, dando para pausar vídeos, inclusive (nem  todo caso) salvar no seu computador.

Central de monitoramento externo

São as empresas contratadas para colaborar com o monitoramento, o qual geralmente é de 24 horas (nunca se sabe os horários das tragédias, não?).

Tais sistemas costumam vir com alarmes adicionais para acionar a central em casos imediatos, porém apenas as imagens suspeitas já levantam diagnósticos possíveis de algo estranho no local.

images

Não só alarmes, mas também sensores de movimento nas próprias câmeras podem identificar movimentos suspeitos.

Em casos de incêndio, a central de operações se trabalhando com eficiência e monitoração constante, pode lhe enviar um corpo de bombeiros para tomarem os procedimentos adequados; em caso de ladrão, uma viatura da polícia mais próxima deve ser enviada; em casos de infartos, por exemplo, uma ambulância deve ser acionada, entre outros casos de emergência.

A central deve lhe passar bastante credibilidade quanto aos seus serviços, portanto faça uma pesquisa completa antes de contratar qualquer uma. Procure benefícios, quanto mais, melhor.

Saiba se eles fazem um estoque de todas as gravações que serão realizadas no seu monitoramento residencial, afinal você pode precisar um dia, como falamos acima.

Por fim, esperamos ter lhes ajudado com esta postagem e lembrem-se: segurança não é gasto, é investimento, então não tenha dó de aplicar nisso em sua residência.

 

Post a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *