Pages Menu

Alarmes residenciais

Antigamente, o perigo existia em apenas alguns lugares e acontecia em alguns horários, mas atualmente é constante, por 24 horas. Portanto reforços em segurança residencial não são mais considerados regalias e sim necessidades para a nossa proteção e de quem convive com a gente.

Para isso existem sistemas de seguranças diversos que garantem uma boa proteção, não de 100%, é claro, porém a prevenção é bem válida. Neste artigo vamos falar de um deles, os alarmes residenciais, e após a leitura, você saberá qual o mais apropriado ao seu objetivo.

Alarme_sensor_sem_fio_sirenes

O alarme sonoro produzido, além de assustar os ladrões, avisa aos vizinhos e ruas próximas de que algo está errado, o que é importante para uma vizinhança unida.

São considerados eficientes ao empasse que intimidam ladrões e infratores no geral, evitando assim assaltos e arrombamentos em janelas, portas ou outro local que foram instalados. Tal método veio para substituir meios caseiros e tradicionais como “Cuidado com o cão” ou móveis nas portas para fazer barulho!

Tipos de alarmes residenciais

Todos os alarmes residenciais possuem o mesmo princípio de liberarem alertas sonoros com movimentos pré-programados, porém existe mais de um tipo já que variam de acordo com combinações entre sensores e outros alarmes. Confira os tipos abaixo:

Alarmes residenciais para portas e janelas

Esses alarmes são acionados quando a porta é aberta ou arrombada, emitindo um alarme sonoro em seguida. Para abrir a porta normalmente, o morador deve digitar uma senha para essa permissão ou pode configurar de a porta abrir somente pelo lado de dentro. Podem ser instaladas em portas frontais, portas externas, de garagem, entre outras entradas que desejam ser monitoradas.

img_alarme_residencial

Um dos modelos para as portas é o modelo magnético, com dois ímãs paralelos alinhados de modo sensível, para em casos de arrombamento esse alinhamento ser prejudicado e o alarme ser disparado.

Tal alarme pode ser associado a uma empresa de monitoramento, e com o acionamento do mesmo, alguma viatura pode ser enviada ao local.

alarmes+residenciais+jundiai+sp+brasil__589A3F_2

O mesmo funciona para as janelas, porém devem ser colocado do rés-do-chão; sugerido para janelas a serem bem supervisionadas, como janelas em casa de frente para a rua ou hospitais e asilos.

Alarmes residenciais com sensores de movimento

Ele identifica irregularidades como intrusos em áreas específicas consideradas reservadas, tais como cofres. São instalados de modo que fiquem bem espalhados pela casa, por onde o intruso tenha que passar para chegar a algum fim, em portas, janelas, corredores, escadas, etc.

sistemadealarmes2

São ótimos complementares de sistemas monitorados por câmeras, onde há uma central de operações que ajuda em casos de emergência e gravam todos os vídeos. Tal sistema pode reconhecer um animal e não alarmar, para casos de quem tenha cachorro ou gato em casa, para não ter chance de alarme falso.

Alarmes residenciais detectores

São alarmes hipersensíveis a mudanças bruscas de temperatura ultrapassando algum limite estabelecido no local, evitando incêndios por consequência. Ideais para cozinhas, sítios, sótãos, entre outros locais fechados com esse risco.

Reconhecem fumaça de cigarro em alta escala, como também o próprio fogo e gases nocivos considerados tóxicos, basta estar em contato com o sensor por um período pré-programado, geralmente de 15 segundos.

2-pcs-independent-working-sensor-carbon-monoxide

Podem ser também ligados a uma central de operações para em casos de urgência contatar automaticamente o corpo de bombeiras para tomar as medidas necessárias. Ajudam a salvar a vida das pessoas, viu?

 

1 Comment

  1. Realmente, hoje em dia existem diversos tipos de alarmes para casas, o que é muito importante para aumentar a segurança residencial, especialmente quando se vive em zonas propensas a alarmes. Bom artigo.

Post a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *