Pages Menu

Segurança condominial

Qualquer método de segurança ou monitoramento que objetive preservar vidas e a estrutura física de condomínios residenciais e comerciais se encaixa no ramo de segurança condominial. Tem como finalidade proteger e oferecer tranquilidade aos moradores ou trabalhadores locais, promovendo conforto maior com um nível tecnológico e responsável de segurança.

condominio

Não se trata apenas serviços monitorados a longa distância, é também gestão presencial acompanhando reuniões, comunicação direta com o síndico, oferecendo relatórios periódicos sobre toda a relação de resultados analisados, entre outras formas diretas de prestação de serviços e manutenção.

Serviços da segurança condominial

Empresas especializadas em segurança de condomínios têm serviços e produtos diferenciados para atender vários focos, o que, com empresas idôneas, faz jus do investimento aplicado pelo condomínio.

Tais variam entre produtos físicos e serviços com funcionários fornecidos pela empresa. O ideal é conciliar ambos, mas isso vai de acordo com a necessidade do condomínio, o que envolve tamanho do local, número de andares, entre outros.

1. Barreiras físicas

São os obstáculos que servem para impedir ou repelir invasões ou roubos com entradas de pessoas não autorizadas, conhecidas popularmente como ladrões. Dentre as mais conhecidas e usadas temos as barreiras estruturais ou naturais perimetrais que cercam o local, que são:

Vegetação natural; Muros altos; Cercas eletrificadas ou comuns; Concertinas eletrificadas ou comuns; Alambrados; Cancelas; Guaritas nas portarias com vigilância direta, seja de um segurança, porteiro ou recepcionista; Interfones; Grades; Portas internas e intermediárias; Passador de objetos; entre outros métodos de barreiras e controle de acesso.

seguranca-portaria-condominios

1.1 Serviços de portaria

ed7986884fc38cf185ade238712bc05c6fcd8127

São funções importantes de uma portaria de qualidade:

– Controle da circulação de pessoas pelo condomínio.
– Identificação e separação de quem é funcionário/morador e visitante para criar intimidade com os conhecidos e “desconfiança” dos desconhecidos.
– Em empresas, entregue um cartão de passe ou crachá para autorização.
– Cuidado e identificação de entregadores de mercadorias, como pizza, encomendas, etc.
– Controle de entrada e saída de veículos (garagistas).
– Manter portões fechados em diversas situações até confirmar com um morador ou funcionário da empresa que tal pessoa ou encomenda está sendo aguardado.

2. Iluminação

A segurança condominial também controla que as dependências do condomínio sejam bem iluminadas o que desestimula a ação dos infratores, afinal facilita a clareza e nitidez da aparência dos infratores em casos de vigilância por câmeras.

Devemos obter então luzes bem distribuídas através de luminárias e holofotes, podendo ser complementado por sensores de segurança.

3. Sinalização

Pode ser através de placas, sinais luminosos ou sonoros, ou mesmo senhas convencionadas entre os moradores e funcionarias. Sistemas de barreiras de segurança devem sinalizar sua presença através de plaquinhas, por lei, por exemplo: “Cerca elétrica. CUIDADO. Risco de choque”.

4. Sistemas eletrônicos de segurança condominial

seguranca-em-condominios-2

É a utilização de equipamentos eletrônicos interagindo com o homem com uma finalidade de proteção, seja pelo monitoramento externo ou interno, pontos eletrônicos ou outro. Cada condomínio tem um tipo de necessidade perante à escolha do tipo de equipamento, sendo assim saiba quais são os mais utilizados:

4.1 Sistemas de alarmes e monitoramento

monitor2

Têm o objetivo de alertar situações incomuns nessas propriedades, como furtos, invasões, incêndios, alagamentos, etc.

Podem ser instalados como alarmes sonoros ou sensores de movimento em janelas ou portas; botões de pânico ligados a uma central de monitoramento; cercas eletrificadas, inibindo intrusos através de descargas elétricas repulsivas; sistemas de monitoramento de câmeras com ou sem fio, cujas imagens podem ser acessadas pela empresa (24hrs) ou/e pelos condôminos num circuito fechado de TV; controles eletrônicos de acesso, como funcionários e visitantes;

Informações de segurança condominial

Segundo a Coordenadoria Estadual dos CONSEGs: 3291.6586/6587/6588/6589:

“É importante que se tenha na portaria, além dos telefones usuais para o dia-a-dia, os números de telefones da Companhia da Polícia Militar, das Bases Comunitárias de Segurança, do Distrito Policial, do Corpo de Bombeiros e do Hospital da região em que se encontra o situado o condomínio. Saiba os telefones e localização das Unidades da Polícia Militar de seu bairro ou região. Seja cidadão atuante na área de segurança, participe das reuniões do CONSEG. Segurança Pública, dever do Estado e responsabilidade de todos.”

 

Post a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *